sexta-feira, 13 de março de 2009

Reconhecimento

AVISO.: É um post gigante, mas dividido em fragmentos para os leitores mais preguiçosos não reclamarem . Se você veio por causa de algum jogo de orkut e não quer ler eu recuso seu "que blog legal".
Juarez era o melhor funcionário da empresa. Isso era indiscutível. Sabia todos os processos, desempenhava todas as funções, nunca chegava atrasado e, se fosse preciso, fazia hora extra sem reclamar. Pois é, todos sabiam que ele era o cara, que se a coisa apertasse, era só chamar o Juarez que ele sabia, mas ninguém nunca deu um prêmio ao Juarez e isso, de certa forma o deixava triste. No começo era revoltante, depois foi se acustumando, até se tornar algo inexpressivo, ainda que triste.
Mas Juarez nunca desistia, era brasileiro, torcia pelo América do Rio, adorava o inverno e acreditava no que o Chinese Democracy sairia ainda nos anos 90 como prometido. Juarez estava lá todos os dias e sempre tinha esperança de ser lembrado. Só que isso não acontecia. Ele era um cara quieto, não fazia gênero, nem era carismático, era quase um fantasma na vida das pessoas. Ninguém sabia sobre sua vida, mas afinal, isso era importante? Pra Juarez não, para os colegas sim. Isso fazia falta na hora de escolher o funcionário do mês.
Ele sempre era deixado para depois. Ahh mas o Fonseca é tão engraçado, lembrava o chefe. Fonseca era um gordinho atrapalhado que sempre ria da própria tragédia. As pessoas adoram um gordinho atrapalhado. Tinha a Dona Luiza, uma senhora pouco inteligente, mas que no fim da semana sempre trazia um bolinho. Além é claro da Maria Heloísa, que era a melhor amiga da supervisora. Todos tinham um motivo para serem lembrados, menos o Juarez, apesar de ser o melhor funcionário.
A falta de elogios deprimiu o pobre homem. Parecia desmotivado a continuar, a esperança já havia falecido, tal como o trema na língua portuguesa. Andava irritado. Se pediam um favor ele resmungava xingamentos e ia com má vontade. Começou a errar coisas básicas, que antes fazia de olhos fechados. Logo foi chamado pelo chefe.

-Feche a porta Juarez, por favor.

Por favor? Aquilo já assustou Juarez.
- Quer um café?". Começou a tremer, suar e pensar no pior, nos cachorros que tinha que alimentar, na mãe que estava de aniversário, na Sessão da Tarde, ah eram filmes tão antigos ou "supimpas".

- Olha,Juarez, não sei o que anda acontecendo. Você era o melhor funcionário desta empresa, nosso coringa. Do nada começou a fazer tudo errado! Não dá, infelizmente você vai ter que mudar homem. Vamos lá, você não quer ser o funcionário do mês?.
Juarez ficou vermelho. Sentiu o medo passar, dando lugar a raiva. Olhou a cara do chefe, começou a pensar onde seria doeria mais. Ser demitido seria menos humilhante do que aquilo.Mas se segurou. Olhou fixamente para o chefe, com um certo desperezo até. Levantou-se. A coragem finalmente encontrou-se com as palavras e finalmente disse:

- Me demito.

O chefe pulou pra trás. Com os olhos arraglhados, tentando recuperar-se do choque balbuciou algo.
- Mas...mas...vo...você não pode. Você não pode Juarez. Quem vai fazer o seu serviço, o meu serviço. Ninguém sabe mexer no sistema melhor do que você, ninguém é tão eficiente e organizado. Você é meu fiel escudeiro, aquele que posso contar sempre que a coisa esta preta. Não mesmo Juarez, você é o melhor funcionário desta empresa e não pode sair.
Juarez, que continuava sério, simplesmente virou-se e seguiu em direção a porta, antes de sair olhou mais uma vez para o chefe e calmamente falou:
-Devia ter me dito isso antes.

Reconhecimento nunca é demais quando merecido. Críticas são importantes pois revelam defeitos, elogios são importantes porque ressaltam as qualidades, valorizando o que é feito e motivando a continuar. Nunca esqueça de elogiar alguém que mereça, talvez essa pessoa esteja esperando por isso. Se não estiver, não vai reclamar se receber.

Selos
Mas o blog continua recebendo o reconhecimento, vamos aos Selos (atrasados)

Seu Blog é Roxie




Este eu recebi do interessante blog À La Carte (esse nome da uma fome)

Regras
1) Exibir a imagem do selo "Seu blog é ROXIE!" e escrever essas regras abaixo dele.
2) Colocar quem te deu o selo nos seus blogs indicados
3) Escrever 1 coisa que é ROXIE
(1ª sobre música, 2ª sobre televisão e cinema, 3ª três países que gostaria de conhecer, 4ª três cores favoritas e 5ª três Hobies)
4) Indicar 10 blogs que você ache ROXIE. (Fim do post)
5) Avise a pessoa

Coisas Roxie's (fofinha essa palavra, não?)
1) Tupac Shakur;
2) Simpsons e, sei lá, Senhor dos Anéis;
3) Chile, Japão e Nova Zelândia;
4) Azul, preto e branco - xD
5) Ler, ouvir música e resmungar.


Esse Blog é QUENTE!!!
Esse eu ganhei do Filme-pipoca, ótimo blog sobre cinema. Recomendo pra quem curte a sétima arte - notícias e opinião num bom tom.

Blogs
Decidi que vou unificar os prêmios e passar para os blogs que eu curto, que estão sempre por aqui.
http://www.balasalgada.net/ (de endereço novo)
Ainda tem mais selos para postar - um sobre Cultura muito legal inclusive. Mas farei isso mais tarde. Hoje é sexta pessoal, não é dia de ficar no computador!
Ta tocando no iPod: Oba, Oba - Papas da Língua

3 comentários:

  1. Valeu demais, Fábio! Sem dúvida, um belo elogio que muito me incentiva a continuar, podes crer!

    Agora vou ser bem sincero: O seu texto é muito gostoso de ler. É leve, interessante e com pitadas de bom humor. Você escreve de maneira inteligente e mesmo que ele (o texto) seja extenso não oferece obstáculos ao leitor. A gente consegue chegar ao fim sem problema, e mais: a gente fica interessado em saber o desfecho. Por isso, eu lhe digo: mergulhe de cabeça. Saber expor as ideias por meio da escrita é um dom, e você o tem!

    Abração.

    Pedro Antônio - A TORRE MÁGICA - www.atorremagica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Quanto ao conto, creio que tenha especificado o que acontece de maneira bem generalizada. Seja no trabalho, na escola, na faculdade, em casa, na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê.

    Todos estamos sujeitos a, por força do hábito, não reconhecer o verdadeiro valor de quem nos cerca. A não ser quando não temos mais com quem contar.

    É perdendo que se reconhece o valor.

    Quanto aos selos, muito obrigado! Não tenho o costume de repassá-los, por enquanto. Guardo aqui, comigo, muito agradecido.

    Até!

    ResponderExcluir
  3. Reconhecimento sempre é bom, alias sempre é necessário! Mesmo que seja mentira, o que nao é o caso do texto, mas sempre ajuda a viver a vida como se fosse simples, como se fosse fácil!
    Ajuda a superar as dificuldades e estimula você, te faz perceber que ta fazendo certo, que ta fazendo por merecer!
    adoro ser reconhecida!
    voce, por exemplo, merece saber que é uma pessoa de boa índole... pelo que demonstra em textos e etc (:

    ResponderExcluir

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.