sexta-feira, 7 de agosto de 2009

15 segundos de fama (e constragimento)

Além do vírus H1N1, há uma outra epidemia se alastrando pelo mundo: os 15 segundos de fama.
Hoje em dia, com o avanço tecnológico, as facilidades, a interatividade dos meios de comunicação ficou mais fácil "aparecer" para o mundo. Eu mesmo, estou escrevendo um blog que pode ser lido até no Afeganistão. Se eu resolver fazer uma dancinha bizarra e colocar no youtube, minhas chances de sucesso crescem consideravelmente. Posso também chamar a atenção provocando um famoso ou dizendo que sou filho de algum cantor sertanejo. Há várias possibilidades de conseguir essa curta fama, tão almegeda por alguns. É uma variante tão grande, que hoje em é até meio constragedor descobrir algumas.
Ser um BBB é a chance perfeita para um desconhecido conquistar seus 15 segundinhos de ouro. Se tiver talento, sorte ou um corpo bonito você se destaca no programa comandado por Pedro Bial, aparece na capa daquelas revistinhas menos cotadas, que adoram uma fonte em caixa alta e aqueles balõezinhos de explosão. Claro que você corre o risco de aparecer em notícias mentirosas ou que escancarem sua vida pessoal, mas se você está na chuva, é pra se molhar.
Até ai eu até entendo sabe. No entanto, não consigo entender o que acontece depois. Odeio ex-bbb's. Eles deveriam sumir! Deveriam saber que sua fama só é legal até um mês depois do programa, a não ser que sobre talento. Mas não existe coisa mais constragedora que ver um ex-bbb tentando a todo custo aparecer na mídia. Sabe aquele evento desinteressante, mas que reúne alguns famosos (lançamento de um livro tosco, por exemplo). Sempre aparece um ex-bbb. Ou aquela festa, onde bomba atores globais, lá esta o ex-bbb acenando pra câmera ou fazendo careta ou biquinho. O pior de tudo. ELES INSITEM QUE TEM AGENTE.
"Fale com meu agente". Leia-se agente como: amigo desempregado que quer pegar carona no meu breve sucesso.
Outra coisa que não da pra suportar é os veículos de comunicação que adoram essas figuras. Isso é tão ou mais constragedor do que os próprio caçadores de fama (representados neste post por ex-bbb, mas ainda existem outros exemplos clássicos como jogadores ruins, pagodeiros antigos ou modelos de revistas). Sinto raiva da RedeTV! (essa exclamação é realmente necessária?) e suas programação trash e sem qualidade. O programa da Luciana Gimenez, por exemplo, existe algo mais constragedor e que ofereça tantas oportunidades para desconhecidos ganharem fama a base de situações humilhantes? Não, eu não conheço. Sem falar o péssimo TV Fama! (maldita exclamação).
Minha ira crítica atualmente esta direcionada a um portal da Internet, falo do Terra. O Terra é a RedeTV! da Internet. Notícias falsas, matérias tendenciosas, péssima redação, bundas, escandalos, sensasionalismo... Isso tudo você encontra no Terra. Quantas vezes você já caiu naquela armadilha do falso título. Você abre o portal e lá ta escrito "Kaka diz que Ronaldinho atrapalha Milan". Você logo pensa que é um companheiro falando mal do outro. Quando abre a matéria vê que o Kaká na verdade disse que o Milan anda se atrapalhando na hora de escalar o Ronaldinho na função que ele rende mais. Bom, pelo menos comigo já aconteceu muitas vez. Isso sem falar nas manchetes muito importantes que ganha destaque por lá o tempo todo "Modelo arrasa na praia", "Modelo atravessa a rua concentrada" e assim vai. Hoje em dia para aparecer em destaque basta colocar uma roupa sensual e ficar fazendo poses na praia. Ficou fácil, ninguém se constrange. Só quem vê e sabe o quanto é patético.

2 comentários:

  1. Outro dia postei sobre uma "matéria" que vi no site da globo, Ego. Sobre a Paolla Oliveira saindo da academia... Conmentei que essa industria, que se compara à dos 15 segundos de fama, já que é veiculada por mídias semelhantes e sem compromisso com fatos relevantes para a sociedade, só se sustentam porque possuem espectadores. E grande parte desses espectares sonham e virar notícia... Bizarro!
    Infelizmente, essa tendencia de 15 segundos de fama (que não é tendencia mais) está tomando conta da mídia mesmo. No Fantástico, por exemplo, as pessoas mandam vídeos, interagindo com a programação e aparecem em rede nacional por 15 segundos. Claro, é uma programação diferenciada, claro. Nem tão banal. Acredito que você sabe do que se trata... O que eu espero, é que essa interação (que pode ate ser interessante, às vezes), não se torne uma forma de conseguir apenas fama e estrague as poucas boas programações que ainda existem na TV brasileira!
    ;)

    ResponderExcluir
  2. vc anda um pouco revoltado né? =x ehehe
    mas tenho que concordar, essa história de 15s de fama anda subindo a cabeça das pessoas e transformando até mesmo pais de família em pessoas patéticas dispostas a tudo por alguns segundos na televisão... por isso que eu não gosto de tevelisão, e procuro não assistir! =x

    ResponderExcluir

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.