segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O que está acontecendo com Kanye?

Ok, ok (Nelson Rubens?). Eu acabei de falar de Kanye West há pouco tempo atrás. Odeio voltar a assuntos passados, mas, diante do ocorrido no VMA, me sinto obrigado a falar dele novamente. Porém desta vez vou tentar ser defender o indefensável, ser o famoso "advogado do diabo".

Antes de mais nada, é preciso falar o que aconteceu desta vez - afinal, ninguém é obrigado a estar por dentro de tudo. Ontem no VMA, a cantora country Taylor Swift ganhou o troféu de melhor vídeo clipe feminino, batendo nomes de peso como Beyoncé, Katy Perry, Kelly Clarkson, Lady Gaga e Pink. Visivelmente surpresa com o anúncio, Taylor subiu ao palco para agradecer o prêmio. Foi neste momento que Kanye West invadiu o palco e interrompeu o discurso de agradecimento da vencedora. “Eu estou feliz por você, mas Beyoncé fez um dos melhores clipes de todos os tempos”, afirmou o rapper após tirar o microfone da cantora.
Foi um dos maiores micos da história do VMA. Não vi a cena, mas imagino que tenha sido constrangedora, tanto para Taylor como para Beyonce. Aliás, para quem estava assistindo e para o próprio Kanye. A repercussão não podia ser pior. Artistas famosos repudiaram a atitude de rapper, alguns sendo agressivos como Kelly Clarkson e Pink (desafeto anterior ao fato). Nossa, levar bronca da Kelly Clarkson, a intérprete de músicas prontas, é o cúmulo. Como um artista renomeado como Kannye West, que produziu para diversos artistas conceituados, que já foi chamado de gênio por muitos, chegar ao ponto de ser considerado "a maior merda do mundo", segundo a Pink?
Sério, eu fiquei bem chocado com o ocorrido, pois sempre considerei ele um rapper diferente, ousado, original. Pra quem não sabe, ele tem uma história muito interessante. Filho de uma ex-integrante dos Panteras Negras, Kanye apareceu no mundo da música inicialmente como produtor. Depois de garantir o sucesso de alguns artistas, resolveu que era hora de brilhar sozinho. Sua carreira como rapper começou com o premiado álbum "The College Droupout", lançado dois anos depois de um trágico acidente de carro, em que ele quase morreu. Mesmo assim, duas semanas depois, com a boca toda costurada, resolveu gravar a lendária e emocionante "Through the Wire". Essa canção é extremamente motivadora, e foi a partir deste momento que comecei a admirá-lo como cantor e pessoa. No mesmo álbum podemos encontrar outras músicas de destaque como a bela All Fall Down ou a original Jesus Walks, em que ele critíca quem vive falando de coisas fúteis ao invés de ter um pouco de fé.
O segund álbum veio com uma expectativa e foi um sucesso tão grande ou maior do que seu antecessor. Lembro que até a Veja, e a Veja é chata, elogiou. Diziam que era a vida inteligente no rap.
Impossível eu não citar a Diamonds from Sierra Leone, canção em que que ele denúncia o trabalho escravo, desumano que os habitantes de Serra Leoa são submetidos para que o mundo goze de beleos diamantes. Como um cara que faz essa denúncia, que defende uma causa tão nobre pode ser um idiota? Não vou prorrogar este post, mas poderia falar sobre outras músicas originais compostas por ele - sempre levantando alguma bandeira. Drive Slow, Heard Em Say, Gold Digger, Stronger, God Life...Todas geniais, originais...
Não tem como ficar surpreso, como Beyonce ficou, com as atuais atitudes de Kanye West. Seu último álbum foi ruim (apesar de apresentar duas ou três músicas boas). Ele perdeu um pouco do rumo.
Recentemente foi largado por uma namorada e perdeu a mãe de uma maneira inesperada. Ontem declarou que tem trabalhado demais, que nunca parou pra descansar e que devia fazer isso. Pediu desculpas, mas o mundo artístico não é bondoso com os que erram e ele errou feio.
Sei que muitos nem vão ler essa minha defesa do indefensável, mas quem leu fique sabendo que Kanye West é um grande artista e que como todo grande artista esta passando por uma fase conturbada, nada que justifique seus atos recentes. Talvez seja vítima da sua própria genialidade, que, talvez, tenha subido a cabeça.
Bom, eu tentei, espero que ele se recupere. Espero mesmo.

Abaixo o clipe que me tornou fã de Kanye West, Through the Wire. Assistam, é bem legal.


2 comentários:

  1. olha priemeiro adoro o kanye porem devo dizer que a kelly não interpreta so musicas prontas e a voz dela é incrivel o ultimo disco dela esbanja uma atitude que esta em falta nas mulheres de hoje, que ficam ai rebolando nos clipes do kanye west e outros rappers sem dar valor a si mesmas, uns pedaços de carne ambulante.... sobre a pink ela nao disse sobre as canções dele mas sobre a pessoa kanye west que passa longe de ser uma obra prima... ok

    ResponderExcluir
  2. As canções do Kanye refletem a pessoa que ele é. Não acho que um cara que fala de Jesus e critica o uso de diamantes vindo de uma zona de guerra seja uma pessoa tão ruim. Acho que ele está estranho, enfrentando problemas - a mãe morreu. Eu concordo em parte com a Pink, mas vejo o lado bom dele.
    Quanto a Kelly Clarkson desculpe a minha ignorância, não acompanho o trabalho dela, o primeior album que vi a maioria das músicas era de autoria de terceiros. Meu comentário foi tão ignorante quanto o dela.
    Abraço...e a próxima vez assina o comentário, falar com anônimo é estranho.

    ResponderExcluir

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.