quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Onde está a coragem?

O  texto de hoje é curto, grosso e simples. Uma pergunta que faço a todos que lêem este espaço minúsculo na Internet: Onde está a coragem?

Não a vejo nas ruas. O que vejo são pessoas distraídas, com olhares vazios, irritadas e apressadas. Poucos se olham nos olhos, poucos dizem o que pensam pessoalmente. Correm pra casa pra despejar suas verdades na Internet, quando não agüenta escolhem uma mente fraca pra fofocar.
Também não acho a coragem nos discursos políticos. A moda agora é apelar para questões religiosas ou questões polêmicas como o aborto. Não há verdades, apenas golpes sujos para manipular o inconsciente coletivo.
Não há coragem nos trabalhos, nas escolas, no trânsito... Não há coragem na violência, na criminalidade. Cada vez cresce o número de pessoas que opta em seguir um caminho mais “fácil’. Trabalhar? Não, o mais fácil é roubar de quem trabalha.
A coragem é mínima no serviço de tele-marketing. Você fala com um robô ou com alguém que imita um robô e não sabe falar outra coisa além do seu texto decorado. Isso se repete em vários serviços.
A coragem está desaparecendo no esporte. O resultado ganha o espaço da dignidade. A coragem é cada vez menor nos relacionamentos. Um abraço vale menos que um depoimento. É fácil dizer “eu te amo”, difícil é comprovar isso na prática. Não há coragem para admitir que falta assunto, a desculpa é a falta de tempo.

Coragem, algo cada vez mais raro por aí.

Aliás, você que adora apertar “vermelho” nas avaliações do meu texto, que tal ter coragem para mostrar a cara e emitir a sua opinião? É difícil, eu sei... Falta-lhe coragem.


Obs.: No texto anterior, três pessoas marcaram vermelhos, o que significa que não concordaram. No entanto, havia três comentários favoráveis a minha opinião. Eu não me importo que você não curta meus textos, mas tenha coragem pra dizer o motivo. Coragem, coragem... 

4 comentários:

  1. Tá todo mundo tão submisso, tão acomodado com a ausência da coragem...
    É triste isso!

    Uma vez eu apertei o vermelho sem querer, mas faz tempo já... hm/

    Enfim, beijo, Fabio!

    ResponderExcluir
  2. Imagino onde está a coragem dessas pessoas que apertaram o vermelho que nem na internet tiveram coragem para se manifestar...

    Enfim, anda faltando muita coisa nessa nossa sociedade. No momento, eu poderia colocar mil e duas criticas sobre a sociedade aqui... Mas vou abstair!

    ResponderExcluir
  3. Só mais um comentário para dizer que o sr. ou sra. coragem já apertou o vermelho de novo, mas continua sem dizer uma palavra... Chega a ser engraçado, quanto medo, não?!

    ResponderExcluir
  4. Sim, essa pessoa me ama.. Eu tenho CERTEZA que é a mesma. A pergunta que fica é: pq ela se dá ao trabalho de vir aqui criticar o que eu escrevo de maneira tão covarde? Pelo menos comente como anônimo!

    ResponderExcluir

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.