sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O problema de opinar por opinar


Já disse mil vezes que a Internet revolucionou o mundo e que proporcionou que qualquer pessoa pudesse facilmente se expor a uma multidão. Já disse isso e celebrei o fato de todos poderem expor suas opiniões sobre qualquer coisa. Eu disse qualquer coisa!
O problema é que isso cansa. É, cansa ler a opinião alheia. E não pensem que estou cansado de ler somente opiniões que são contrárias à minha. Também enchi o saco de ler opiniões favoráveis. Também não pensem que sou radical, que só aceito a minha opinião.

Nada disso.

Eu to cansado é de opinião sem profundidade. Acho que poucas coisas me irritam tanto atualmente. Eu me irrito quando leio opiniões que não tem qualquer fundamento ou argumentação consistente. Pessoas manipuladas por opiniões alheias ou que abraçam opiniões gerais.

A coisa mais valiosa que aprendi na faculdade foi o conceito de argumentação. Bons professores sempre enfatizaram que só devemos manifestar uma opinião quando temos conhecimento sobre o assunto. Se isso não ocorre, corremos o risco de, entre outras coisas, cometer falácias ou gerar preconceitos.

E isso é o que eu mais vejo quando leio opiniões alheias na Internet. Fóruns, comunidades, Redes Sociais, comentários de notícias... A praga da ignorância rola solta e tem o dom de me irritar. Pior, as pessoas não contentes em serem ignorantes, apelam para violência verbal e moral. Você dá sua opinião sobre um assunto e recebe um “vai se fuder filho da puta” de um cara que nem leu o que você escreveu. É fato, o Brasil tem muito analfabeto funcional...    

Quer ver um exemplo clássico do que eu to falando? Políticos. Todo problema social do Brasil é culpa dos políticos. Ok, pode até ser e provavelmente é. Mas pergunte para as pessoas: que políticos? Elas não sabem responder. Elas apenas sabem dizer que os políticos são os culpados, mas não são capazes de citar nomes, de dizer o motivo deles serem culpados. Se limitam a abraçar um conceito geral.

E isso acontece em TODOS os segmentos possíveis.

Nada me tapa mais de nojo do que ler opinião de torcedor de futebol. Nada! Torcedor de futebol, na sua maioria, é ignorante por natureza. Às vezes entro na comunidade do meu time no Orkut e vejo as pessoas se xingando, ameaçando uns aos outros... Isso que torcem pelo MESMO time. Nem vou citar o confronto de torcida de times opostos, pois essas são mais asquerosas ainda.

E outra, as pessoas são muito CHATAS. Sabe, cansa ler tanta crítica, tanta opinião negativa.
Outro dia entrei numa comunidade do The Big Bang Theory, na esperança de compartilhar momentos da série com outros fãs como eu. Sabe o que eu encontrei? Críticas! Somente críticas.
“Ahh a Amy é uma bosta, fudeu com a série” ou “TBBT tá um lixo, pode acabar”. Descobri que poucas coisas são mais chatas que um fã de QUALQUER série. Porque outro dia, tentei de novo, mas desta vez foi num fórum sobre Dexter. Eu vi várias pessoas elogiando a série, mas a maioria criticando por antecedência as próximas temporadas, pois tinham quase que a certeza que seriam um lixo. Puta que pariu, que gente porre! Todo mundo entende de tudo, mas ninguém entende de nada. E são opiniões vazias, sem qualquer fundamento.  Parece que há prazer em destruir... E parece que são sempre as mesmas opiniões rolando por aí. Fale de BBB, por exemplo e aparecerá alguém gritando “é tudo manipulado”, “fulano é falso”, “que falta de cultura”. Enfim, poderia listar as opiniões que COM CERTEZA surgiriam, mas que boa parte das pessoas nem sabe porque tem.

Que chatice que o mundo ta virando! E o pior de tudo: Essas pessoas perdem muito tempo analisando e criticando coisas tão fúteis, o que precisa realmente ser criticado é ignorado.

Para o bem da minha a saúde, decidi evitar opiniões. Não todas, mas as chatas e infundadas. Vou me afastar de fóruns e comunidade. Vou evitar críticos, pelo menos os críticos amargos, que têm o prazer de dar uma opinião negativa. Vou procurar informação e vou continuar aceitando opiniões, mas vou exigir FUNDAMENTO. As que não tiverem eu vou simplesmente vou ignorar.

É bom ter cuidado com a ignorância, pois ela é uma doença e quero ficar bem longe dela.



Ta tocando no iPod: Jack Johnson - Better Together

2 comentários:

  1. É bom ter cuidado com a ignorância, pois ela é uma doença e quero ficar bem longe dela. +1

    ResponderExcluir
  2. Ah poxa, adoro a Amy!
    Mas você já conhece minha opinião sobre TBBT, :P

    ResponderExcluir

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.