terça-feira, 15 de março de 2011

#eutenhopreconceito

Ontem lancei uma campanha no Twitter, onde pedi que as pessoas revelassem seus preconceitos, a começar por mim, colocando a hashtag #eutenhopreconceito.
Acho que devo explicar para evitar más interpretações.

Em momento algum eu quis promover o preconceito. Minha intenção: combater a hipocrisia.

Há muita gente hipócrita no mundo, principalmente no Brasil, que julga, julga e julga. É muito fácil condenar um preconceito, mas eu pergunto quem não tem preconceitos?

NINGUÉM!

Ninguém está livre da ignorância, pois ninguém sabe tudo. Preconceito nada mais é do o ato sublime do ignorante. A falta de conhecimento gera um pré-conceito, uma ideia antecipada e, muitas vezes, equivocada sobre as coisas.

Um dos meus maiores preconceitos é com as pessoas que ouvem música no alto falante do celular em lugares públicos, por exemplo. Eu simplesmente não consigo entender porque elas fazem isso. Eu considero uma atitude inconveniente. Acho que quem faz isso não tem educação e consideração com os outros.

Talvez esse preconceito não existisse se houvesse esclarecimento. Se alguém me apresentasse argumentos que justificassem essa atitude, talvez eu me livrasse dessa imagem. Quem nunca ouviu uma música e odiou ela até entender o seu real significado? Comigo acontece. Às vezes eu ouço músicas em outros idiomas e as classifico como ruins, mas ao ler a tradução ela passa a fazer sentido. Muitas das minhas músicas preferidas um dia já foram odiadas por mim, por causa da minha ignorância sobre elas.

Acho que o primeiro passo pra se livrar de um preconceito é admitir que ele existe. Tem muita gente por aí que é um cidadão exemplar, mas que no seu interior esconde os preconceitos mais condenáveis. Sim, porque não consigo admitir preconceitos de cunho sociais, raciais ou culturais.

“Mas por que você não aceita esses e aceita a existência dos outros Fábio?”

Simples, porque esses preconceitos abomináveis não podem ser justificados com ignorância. Já houve esclarecimentos suficientes para as pessoas abandonarem certas premissas. Eu aceito que existam preconceitos, mas só quando eles ainda não foram totalmente esclarecidos.

Se você disser que é livre de qualquer preconceito, está mentido pra si mesmo e só piorando seus preconceitos internos, pois eles jamais serão esclarecidos. Isso é o cúmulo da hipocrisia!

Então, vamos chutar a bunda dos hipócritas, admitir nossos erros e quem sabe corrigi-los.

#eutenhopreconceito e vou lutar para não ter.



Ta tocando no iPod: Under Cover Of Darkness – The Strokes

3 comentários:

  1. Eu acho que esse é o espírito, Fábio, ao mesmo tempo em que acho também que a gente precisa parar de pré-julgar as coisas. Que a gente tem que aprender a esperar conhecer direito uma pessoa, uma coisa, uma atitude, para falar sobre ela. Então, para mim, preconceito nenhum é "permitido", porque nós precisamos começar a aprender a não "construir" preconceitos, para que não precisemos pô-loa abaixo, você me entende?

    Se todo mundo procurasse saber das justitificativas por trás das coisas antes de julgá-las, bom, daí não haveria contra o que lutar.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Caio, nós só vamos saber quando admitirmos que existe o preconceito existe.
    Isso não vai ser resolvido em silêncio, na minha opinião é claro.

    Quando as pessoas não ocultarem seus preconceitos, elas vão entender que isso pode ser trabalhado, que é um problema comum. Enquanto existirem máscaras, escondendo nossas verdades, o esclarecimento não vai existir.

    Preconceitos sempre existirão, pois a ignorância faz parte do ser humano. Eu tento sempre compreender algo antes de criticar, mas nem sempre é possível e acabo fazendo um julgamento antecipado. Também há coisas que não podem ser explicadas, assim o preconceito deixa de existir, mas dá espaço para uma conceitualização negativa.

    Somos humanos, não estamos imunes a estas falhas. Isso que nos faz ser belos quando as superamos.

    ResponderExcluir
  3. Às vezes acho que a gente tem tanto costume de esconder nossos preconceitos, que na hora de revelar, a gente fica sem saber o que falar. Digo isso porque eu tenho varios preconceitos e a ideia era citar alguns... Sumiram da mente, mas existem!

    ResponderExcluir

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.