quarta-feira, 25 de maio de 2011

A Banda Mais Bonita da Cidade

Tudo começou com alguém falando. Não lembro quem, mas lembro o dia: domingo. Ou foi sábado? Sei lá. S ó sei que alguém começou e foi na Internet. Em seguida, outro, aí outro, até que o Marcelo Tas falou. A Gabi observou: “isso é um viral”. Eu desconfiei. Só pode ser besteira, Internet geralmente é besteira. Não tava no clima de ver besteira.

Aí na segunda as pessoas continuavam comentando e eu lá, sem muito interesse. Só que hoje foi demais. O mural de atualizações do Facebook tava infestado de links da oração da “Banda Mais Bonita da Cidade”. Que merda de nome é esse? Desculpa, foi o que pensei.

Então me vi obrigado a ver esse vídeo, pra tentar entender esse alvoroço. Aí entendi. E comecei a fazer parte da corrente que dissemina o vídeo.

A Banda Mais Bonita da Cidade surpreende por ser simples, sutil e por promover as principais características da MPB. A “brasilidade” da letra e do som da música “Oração” (única que ouvi até agora) comove, principalmente quem anda desanimado com o atual cenário da música brasileira. E a repetição dela soa quase como um mantra de amor, algo que o mundo precisa tanto...

Ao ver esse sucesso imediato do vídeo “Oração” (que já teve mais de 2 milhões de acesso em alguns dias no ar), é impossível não ter esperança. Esperança de que nossa identidade musical, tão valorizada lá fora e tão desprezada aqui dentro, resista a esse tsunami de músicas vazias e artificiais que tocam nas rádios comerciais. Talvez possamos voltar ao tempo de que música boa fazia sucesso. Ah que sonho!

Outro ponto positivo do sucesso da ABMBC (chutei o balde, abreviei mesmo!!) é a afirmação da Internet como divulgadora de novos talentos. Se antigamente as pessoas talentosas precisavam do bom humor de empresários e da boa vontade das gravadoras, seleção que certamente promoveu injustiças na história, hoje em dia qualquer pessoa pode divulgar sua arte na Internet. Basta ter uma câmera e um conhecimento mínimo sobre informática (ou conhecer que tenha isso), que você consegue ser visto. Se vai ter sucesso ou não, depende da maneira que fizer e pra quem você vai fazer.



Não pensem que estou dizendo que ABMBC é uma raridade. Não é. Existe muito artista talentoso por aí. Marcelo Camelo é um, por exemplo. O grande destaque da Banda, é que ela conseguiu sucesso imediato e uma popularidade interessante, que pode abrir as portas pra muita gente boa que existe por aí.

Vou torcer para que isso que seja um começo (ou um recomeço) do bom gosto popular.



3 comentários:

  1. Que lindo, virei referência!
    HISUAHDHASUI
    Esse sucesso repentino me assusta!

    ResponderExcluir
  2. Cara, eu fui ouvir a música antes de comentar. Achei doce, bonita, elaborada e simples, tudo ao mesmo tempo. Achei incrível, mesmo! E tenho uma queda forte por esse clima indie, por essa brasilidade pop simples, sem exageros nem pretensões. Ouvir música brasileira assim faz muito bem! E virei fã já. Facebook, cadê você?! HAHA

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Ei!
    Pra mim essa música apareceu do nada também. Escutei 2 pessoas ouvindo no estágio, no dia seguinte meu amigo me encheu o saco na facul dizendo que tinha que mostrar um vídeo. Quando abri era essa música. Aí pronto, de repente o facebook inteiro tinha compartilhado o vídeo no meu mural, não resisti e resolvei levar o tal vídeo a sério. Aí né, não deu em outra, fico cantarolando pra lá e pra cá. *_*
    Beijos!

    ResponderExcluir

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.