quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Campanha: assista How I Met Your Mother



Dificilmente faço apelos. Vou abrir uma exceção neste post:
Por favor, assistam How I Met Your Mother!
Minha missão é nobre, e muito lúcida. Preciso que haja mais fãs dessa série no Brasil para que os DVD’s sejam lançados por aqui. E pode apostar, assistir HIMYM (infinitas vezes) vale a pena. É uma das melhores séries que já vi. Rapidamente se tornou a minha série de comédia favorita, desbancando o incrível “The Big Bang Theory”, algo que eu NUNCA imaginei que pudesse acontecer. TBBT é bom, eu amo, mas HIMYM tem algo a mais: mistura humor, amizade, romance de um jeito muito inteligente.
HIMYM me conquistou no primeiro episódio, algo raro de acontecer em séries. Aposto que vai conquistar você também. Tudo começa quando Teddy Mosby decide contar aos seus filhos como conheceu a mãe deles.  Na verdade, ele começa anos antes, contando como conheceu Robin e neste episódio já percebemos todo potencial que da série. Em 20 minutos somos conquistados pelo romântico Ted, pelo atrapalhado Marshal, pelo “awesom” Barney, pela confusa Robin e, eu bem menos, pela, sem definição Lily. Conheça abaixo um pouco mais sobre cada um deles





Teddy Mosby, o arquiteto romântico

Ted fica desesperado ao perceber que tem 27 anos e não achou o amor da sua vida. Então ele começa uma jornada de busca da mãe de seus filhos. É Ted que conduz os momentos mais criativos da série, ele é o típico personagem de comédia romântica, mas, na maioria das vezes ele se dá mal. O seu jeito impulsivo geralmente o coloca em situações cômicas.

Momentos clássicos: Ted jovem é sempre garantia de risadas, mas ele com suas botas vermelhas é impagável.


Marshall, o advogado ambiental

Marshall é o tipo grandão bobão. Ele é uma criança grande, muitas vezes ingênuo. É invencível em qualquer jogo de tabuleiro e até hoje só teve uma namorada: Lily. Seu sonho é ser um advogado que luta pelo Meio Ambiente, mas isso não vai ser fácil. Já que ao mesmo tempo ele sonha em se casar e ter filhos. Acho um dos mais engraçados da série, impossível não rir com ele.

Momentos clássicos: a despedida do Fierro e o dia que ele decide fazer uma auto-massagem nos mamilos.

Lily, a chata
Lily é a namorada do Marshal e uma criatura que tem constantes surtos de desespero.  Eu tenho uma grande implicância com ela, algo inexplicável. Acho que ela é o ponto fraco da série, pois a atriz não tem o “time” na hora das piadas. Sempre tenho a sensação de que ela força a barra pra ser engraçada. Mas HIMYM é tão bom que isso se torna uma bobagem – mas tem um episódio que é impossível ignorar. Anotem aí e depois me digam se não: o dia que Ted e Marshall decidem comer um hambúrguer gorduroso em Chicago.


Momentos clássico: quando ela ouve uma piada bagaceira do Barney e some da série por 4 episódios. 

Robin, a jornalista atrapalhada

Robin é uma canadense que tenta ser jornalista em NY. Esse simples fato já rende boas piadas, já que a série alimenta a rivalidade Candá e EUA de um jeito bem suave. Também é impressionante o número de roubadas que Robin entra! Tanto na vida profissional como na amorosa, Robin tenta a todo instante provar que é independente, mas muitas vezes isso não é verdade.

Momentos clássicos: Difícil, pois ela é cheia deles. Quando ela cai na bosta, quando ela vai trabalhar no Japão, quando ela vira uma garota “uhuuu”, quando ela tenta provar que patos são melhores que coelhos...




Barney, o legendário

Barney não é o personagem principal de HIMYM, mas, sem dúvida alguma, é quem rouba a cena. É impressionante o número de bordões, teorias e expressões que ele cria. Ele é um solteiro convicto, que faz de tudo para pegar uma garota. Mas leia TUDO com ênfase. Barney está sempre de terno, é cheio de manias, acredita no número 83 e criou um código dos Bro’s. É de longe o mais engraçado, o que eleva a série ao topo. Sem Barney, HIMYM seria só uma série engraçadinha, com ele, ela se torna legendária.

Momentos clássicos: É impossível elencar isso.

Enfim, HIMYM é incrível. Não me lembro de episódios ruins, apenas de episódios mais ou menos, mas que são RARÍSSIMOS. É gostoso de assistir, você vai me agradecer por ter dado essa dica, como agradeço às lindas Gabriela Petrucci e Iazana Matuella que me indicaram a série.