segunda-feira, 30 de abril de 2012

Está ficando tarde



Ando meio sumido do blog, eu sei. Mas  por falta de tempo e  não por falta de assunto. Penso sempre em fazer um post que gere discussão por semanas, o que nunca acontece. Mas considero importante deixar um post consistente quando fico semanas sem atualizar o Clube.

Nessa semana pensei nisso. Num assunto consistente. Resolvi que deveria falar sobre eleições, já que estamos em um ano eleitoral.

Por um momento, cheguei a pensar que era cedo demais, mas logo percebi que isso era um indício perigoso de um erro que cometemos desde sempre: achar que eleição só acontece por um período de 3 meses.

E é disso que vou falar. Do meu equivoco momentâneo.

Seria muita hipocrisia da minha parte querer pousar de grande cidadão e fingir que estou super preocupado com as eleições, analisando candidatos e etc. Seria mais um erro. Um erro que não quero cometer. Se vamos falar de eleições, prefiro ser sincero, pois é sinceridade que exijo deles.
Não estava pensando nas eleições. Na verdade, eu nem lembrava que teria eleições esse ano. Faz tão pouco tempo que teve... Essa é a sensação que eles querem. Que você durma enquanto eles fazem a festa. Sim, eu dormi o sono dos ignorantes. Fiz parte dos que alimentam o sistema que tanto nos faz mal. Felizmente eu acordei e já comecei a definir meu voto.

Como? Simples, pesquisando. Daqui poucos meses vamos receber um tsunami de propagandas bem feitas, que irão apresentar velhos conhecidos, que fazemos questão de esquecer. É bom já ir se familiarizando, sabendo o que alguns andam fazendo.

Vou dar o meu exemplo, da primeira coisa que pesquisei para tomar minha decisão lá em outubro.

Há poucos dias, a Câmara dos Deputados aprovou o confuso e incoerente Código Florestal, que, a que tudo indica, promete devastar boa parte das nossas florestas. Através desse link http://migre.me/8SKZp , podemos ver como foi a votação. Dá pra ver quem disse sim e não para o Código e isso é um ótimo indício. Minhas crenças vão contra esse Código, não acredito até agora que isso foi aceito em uma época que defendemos tanto a natureza, onde a sociedade dá passos lentos rumo a uma nova cultura de sustentabilidade. Quem votou a favor disso, jamais terá o meu voto. E é assim que começo a definir minha eleição lá de outubro.

Fiquei me sentindo meio impotente diante de tal votação, mas aí lembrei da velha máxima da democracia: isso começou com o povo. Foi o povo que escolheu essas pessoas, infelizmente.

Nunca é tarde lembrar que temos o voto e ele é o nosso poder absoluto, é a ferramenta que os políticos temem. Passamos o  tempo todo reclamando da corrupção e dos políticos. Já virou até cultural esse tipo de comentário. O problema é que isso não saí do comentário, é apenas uma avaliação superficial que serve pra justificar nossos fracassos. Há políticos ruins, mas existem alguns bons também. O fato é que eles são desconhecidos (ou menos conhecidos), não navegam pelo debate popular nem aparecem na TV ou em outra mídia com tanto destaque. Pense bem. Se os políticos fossem TODOS ruins, nosso país seria muito pior do que é. E, bem ou mal, o Brasil está evoluindo. Lentamente, mas está. Há leis muito legais sendo aprovadas por aí e só descobrimos quando vamos atrás.

Eu fico meio pasmo quando percebo que é "fácil" mudar uma realidade. Basta saber votar. É claro que não é simples, pois se trata de uma responsabilidade GIGANTESCA, mas, como diria Ben Parker, "um grande poder gera grandes responsabilidades". Temos que ser responsáveis, pois temos um poder incrível!

Temos o poder de melhorar o serviço dos hospitais; valorizar a educação; gerar empregos; trazer tecnologias; abastecer nossa economia; tornar nossas ruas mais seguras. Fazer uma cidade melhor, um estado melhor, um país melhor. Basta comprometimento. Basta ler aquelas páginas iniciais do jornal que insistimos pular ou digitar no Google palavras que gostamos de esquecer. Política não é ruim, nós é que criamos um sentido pesado para ela. 

"Há esperança sim, mas esperança é pra quem luta, não pra quem espera."

Estamos atrasados, é bom admitir. Só que ainda dá tempo de reverter, de chegar em outubro preparado, consciente e sorrindo para os otários que PENSAM que vão nos enganar.  Você pode pensar que seu voto não muda nada, assim como eu deveria pensar que meu texto não vai mudar. Mas cá estou eu, publicando minha ideia e torcendo para que ela transforme alguém. É assim que você faz com o seu voto. Capricha e torce para que isso motive outras pessoas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.