sábado, 16 de fevereiro de 2013

O amor é eterno





Todo amor é eterno.  O que acaba, não é amor. Pois amor não acaba. Pode se transformar, ir pra outro lado do coração, mas se é amor, não pode acabar. Porque amor é forte demais, e eternidade é uma dos elementos que garante essa força.
Acreditar que o amor é eterno não significa acreditar que só exista uma história de amor. Amor de verdade resiste à separação. Amor de verdade inclusive sugere separação, quando a sintonia muda. Mudar a sintonia, os objetivos, a visão sobre a vida não pode significar o fim de um amor. Amor compreende, amor se adapta. .
Muitas pessoas vivem relacionamentos egoístas, onde a visão é unilateral. Isso não é amor. Amor é desejar ver a pessoa feliz, mesmo que seja longe. E muita vezes a vida exige que sejamos fortes pra dizer adeus. Por amor.
Claro que precisamos nos amar antes de tudo, de vez em quando nos enganamos com pessoas que não merecem nosso amor. Acredite, quando isso acontece, foi quase amor. Foi paixão. Vivemos várias paixões, poucos amores. Pois amor só existe quando há mutualidade. Só nasce de fato quando há uma resposta.  Você pode tentar amar alguém que não vai te amar, mas um dia isso vai passar, vai acabar. E lembre-se: amor não acaba.
Eu gosto de amar pessoas que me fizeram bem. Que mudaram o curso da minha vida de forma positiva. Gosto de saber que vivi histórias assim, que são eternas na minha mente. Eternidade está ligada à mente, ao abstrato, pois fisicamente ela é inviável.
Eternidade está ligada ao amor, pois só tornamos eterno aquilo que realmente aprendemos a amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por estar aqui.
Comente! Afinal este espaço também é seu.